Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

"Pedido de desculpa"

 

José Sócrates pediu desculpa ao país: «Estava convencido que não estava a violar nenhuma lei nem nenhum regulamento. Infelizmente há essa polémica em Portugal e eu quero lamentar essa polémica. Se por algum motivo violei algum regulamento, alguma lei, lamento e peço desculpa, não voltará acontecer.» (PÚBLICO)
Apesar de se exigir mais de um Primeiro-Ministro e dos seus assessores (ninguém foi capaz de lhe dizer que estava a cometer uma ilegalidade!), o pedido de desculpas fica-lhe bem, sem dúvida…
No entanto:
- Pagará a multa?
Só assim a questão fica saldada. Por muito bonito que possa ser, um pedido de desculpas não paga multa…  
- Porquê deixar de fumar?
Nunca a polémica foi sobre o acto de fumar per se. Felizmente, isso diz respeito à vida pessoal de José Sócrates. A polémica prende-se com uma ilegalidade cometida por um primeiro-ministro, independentemente da sua natureza.
Tendo em conta a opinião da sociedade quanto ao tabaco, este pedido de desculpas mais parece uma promessa eleitoral. Deixar de fumar entrou na agenda política! Tristemente, inevitavelmente, mediocremente, um dia saberemos que nem esta promessa Sócrates foi capaz de cumprir. Quem vive pela espada, morre pela espada.

 

(Video via 31 da Armada)

Tags:
Publicado por Afonso Reis Cabral às 18:32
link para a posta | Comentar | Ver comentários (3)
Terça-feira, 13 de Maio de 2008

Hipocrisia

 

Sócrates, o “nosso primeiro”, trocou o resto de dignidade política que tinha por uns cigarritos, atrás das cortinas.

Sim, Sócrates, de nome próprio José, aquele que impôs uma das mais restritivas leis para punir os fumadores, com a qual eu não concordo, aquele que se propõe a todos higienizar com a ajuda da ASAE, aquele que faz jogging a bem da saúde mediática, sim, esse!, foi apanhado pelos jornalistas sempre atentos do PÚBLICO a vender a credibilidade num avião fretado da TAP, a caminho de Caracas.

Nós por cá, sem “situações de excepção”, olhamos para cima e vemos a carne exposta até ao osso da hipocrisia, vemos a estupidez (já que estavam presentes jornalistas) e o desassombro com que um Primeiro-Ministro adere à zona de fumo de um avião smoke-free. Presenciamos, ao fim e ao cabo, a leviandade com que se infringe a lei e se põe do avesso o casaco de governante…

Publicado por Afonso Reis Cabral às 18:36
link para a posta | Comentar | Ver comentários (2)
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Estamos em campanha pré-eleitoral!

Depois de ter dito que descer os impostos seria uma medida "irresponsável" (cito de cor), Sócrates anunciou a descida do IVA de 21% para 20%. Tenho que confessar que, um pouco ingenuamente, quando me diziam que Sócrates iria descer os impostos antes das eleições eu respondia que era impossível que ele fizesse tal coisa pelo que já havia dito sobre o assunto... Tenho que reconhecer que caí que nem um patinho naquela conversa do: "Não há nada que dê mais gosto a um Primeiro-Ministro que descer impostos, mas neste momento é impossível"...



Foi um espectáculo ridículo. A medida é boa? Não podia ser melhor, mas não deixa de ser um exemplo degradante de como é fácil ter o dito por não dito e fazer o que mais lhe convém.
Publicado por José Tomás Costa às 17:54
link para a posta | Comentar
"I should find myself degraded if I descended to finding out if my convictions suited every man in the audience before I uttered them."
John Osborne
in A subject of scandal and concern

.Contribuidores

.Pesquisar:

 

.Últimas postas

. "Pedido de desculpa"

. Hipocrisia

. Estamos em campanha pré-e...

.Arquivos

. Janeiro 2012

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Ligações



blogs SAPO

.Tags

. todas as tags

.subscrever feeds