Segunda-feira, 23 de Junho de 2008

Pouca vergonha


Vale e Azevedo deve ser dos poucos exemplos que a Justiça Portuguesa pariu (foi condenado por burla qualificada e falsificação de documentos a sete anos e meio de prisão, fantástico!) e que belo exemplo… Anda fugido em Londres, vivendo la dolce vita: habita em Knights Bridge, numa casa de quatro andares, um motorista conduz-lhe um Bentley e está à frente de uma sociedade de investimento que, entre outras, comercializa etanol. É vizinho de Abramovich e, o que dá a tudo um toque de ironia, a Embaixada Portuguesa é apenas a pouco mais de 100 metros de sua casa.
Toda a gente sabe onde ele está, menos a polícia que emitiu um Mandato de Detenção Europeu. Melhor é impossível, não acham?

 

Publicado por Afonso Reis Cabral às 09:47
link para a posta | Comentar | Ver comentários (4)
"I should find myself degraded if I descended to finding out if my convictions suited every man in the audience before I uttered them."
John Osborne
in A subject of scandal and concern

.Contribuidores

.Pesquisar:

 

.Últimas postas

. Pouca vergonha

.Arquivos

. Janeiro 2012

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Ligações



blogs SAPO

.Tags

. todas as tags

.subscrever feeds