Sábado, 24 de Fevereiro de 2007

Príncipe Harry em Bassorá

Harry, à esquerda em fotografia da Reuters, é o filho mais novo de Diana e Charles e terceiro na linha de sucessão ao trono britânico. Está confirmada a sua ida para o Iraque como militar, pretensão que não deixa ninguém tranquilo com o jovem príncipe de 22 anos a tornar-se o alvo preferencial de futuros ataques.
Harry, que tem sido retratado na imprensa como um rapaz algo estouvado e bem menos sensato do que o irmão (no Carnaval de há um ano vestiu-se de nazi) afirma agora que não passou por um ano de treino militar prático para ficar agora "sentado nos sofás do palácio". Uma atitude corajosa, talvez, mas o certo é que está a obrigar a um reforço muito especial da segurança. Se Harry pretende, ao participar na defesa do país, ultrapassar a imagem de "rebelde" ou se esta é uma decisão impulsiva e pouco madura do jovem que afirma gostar "de correr numa trincheira de lama a disparar" não será justo ajuizar, mas com a notícia de que membros do SAS (Regimento Especial de Serviço Aéreo) foram destacados para proteger o príncipe, Harry nunca será "um soldado como os outros".
Publicado por Afonso Reis Cabral às 21:46
link para a posta | Comentar
2 comentários:
De António Viriato a 26 de Fevereiro de 2007 às 05:43
Já o facto de lá ir parar, merece realce. Se fica ou não sob forte protecção, já isso é menos relevante. Relembre-se que, também em 1982, nas Malvinas, o Príncipe André lá andou a pilotar helicópteros, em plena guerra, correndo os riscos dos demais. Imagine-se o que ocorreu em Portugal, com inúmeros casos de pés chatos impeditivos de presença nas fileiras, como até aconteceu com o nosso ex-Presidente Sampaio, mais tarde porém arvorado em Comandante Supremo das Forças Armadas. Enfim, que belos e distintos exemplos !...
De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2007 às 15:48
Poderá não ser um soldado como os outros, mas prova que quer ser um homem como os outros. Só o enobrece esta atitude.

Comentar posta

"I should find myself degraded if I descended to finding out if my convictions suited every man in the audience before I uttered them."
John Osborne
in A subject of scandal and concern

.Contribuidores

.Pesquisar:

 

.Últimas postas

. Está morto mas estamos vi...

. A 79 anos da quinta-feira...

. Le Clézio: Nobel da Liter...

. Dois anos!!

. Ai a crise!

. Morreu Dinis Machado

. Animator Vs Animation

. Angústia nas paredes

. Consumidores de gasolina ...

. Chega hoje o Outono

.Arquivos

. Janeiro 2012

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Ligações



blogs SAPO

.Tags

. todas as tags

.subscrever feeds