Quarta-feira, 18 de Outubro de 2006

50%


Segundo o jornal Metro, 50% dos espanhóis entre os 18 e os 24 anos aceitaria com bons olhos uma união ibérica, isto é, uma união entre Portugal e Espanha.
Segundo o jornal Metro, desses 50%, a grande maioria declara querer Madrid como capital da hipotética união ibérica, declara querer manter o regime monárquico e declara também querer manter o nome Espanha para o novo país.
Eles querem é Portugal anexado!
Esta notícia encheu-me de revolta por muitos motivos. O primeiro, e o mais óbvio, é a facilidade com que se fazem notícias a partir de tão pouco porque, afinal de contas, metade dos espanhóis entre os 18 e os 24 anos é quase nada. O segundo, também óbvio, é a idiotice de uma pequena faixa etária espanhola, a tal entre os… e os… anos, porque, afinal de contas, eles não querem uma união, eles querem uma anexação total.
Vejamos: capital a mesma, nome o mesmo, regime político o mesmo….
Por outra perspectiva, 50% dos espanhóis entre os 18 e os 24 anos não aceitaria com bons olhos uma união ibérica.
Tudo isto me parece parco e seguidor de uma moda dos últimos tempos lançada pelo semanário Sol, segundo o qual 28% dos portugueses aceitaria com bons olhos uma união ibérica.
O que esses portugueses querem é não ter que fazer esforço algum para o país avançar, querem continuar a ver a bola, ir à feira, encostar-se na barraca das bifanas enquanto Espanha trata do nosso crescimento.
Afinal de contas, o crescimento de Portugal cabe a cada um de nós.
Eu por mim, nem que me pagassem todo o dinheiro do mundo me juntava a Espanha.
Publicado por Afonso Reis Cabral às 17:26
link para a posta | Comentar
2 comentários:
De António Sousa Leite a 20 de Outubro de 2006 às 17:26
Afonso:
isso nunca espantou ninguém! é um desejo natural dos espanhóis, esse de tomar conta disto. quanto à estatística do Sol já é outra coisa e tu lá sabes e disseste qual é...
mas para os espanhóis, ainda para mais fácil como é agora, anexar portugal é uma maravilha, DESDE qu consigam pôr os portugueses a trabalhar, o que é pura utopia.
se conseguirem o que querem, não te preocupes: daqui a 60 anos, quando o português sentir a horta e o ordenado ameaçados, devemos voltsr a ser o que já não somos porque, afinal, eles já quase tomaram conta disto.
De Anónimo a 18 de Outubro de 2006 às 18:56
Traidores sempre houve e sempre os haverá.Portugal não é opinável, apenas é ou não atraiçoável.
Castela (Espanha é só um conceito não é um país) nunca esqueceu Aljubarrota e o dia 1 de Dezembro de 1640.
E o País Basco?
E a Catalunha?
Eles que se cuidem!

Comentar posta

"I should find myself degraded if I descended to finding out if my convictions suited every man in the audience before I uttered them."
John Osborne
in A subject of scandal and concern

.Contribuidores

.Pesquisar:

 

.Últimas postas

. Está morto mas estamos vi...

. A 79 anos da quinta-feira...

. Le Clézio: Nobel da Liter...

. Dois anos!!

. Ai a crise!

. Morreu Dinis Machado

. Animator Vs Animation

. Angústia nas paredes

. Consumidores de gasolina ...

. Chega hoje o Outono

.Arquivos

. Janeiro 2012

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Ligações



blogs SAPO

.Tags

. todas as tags

.subscrever feeds