Terça-feira, 11 de Setembro de 2007

9/11

Há seis anos o mundo despertou na sua globalidade para a ameaça terrorista. Dezanove terroristas, quatro aviões, duas torres, o Pentágono. 2974 mortos.
Impossível não ficar impressionado ao recordar esta data de viragem, principalmente porque, ao invés de se ter dissipado, a Al-Qaeda continua aí e o seu líder, Bin Laden, permanece a monte. A Al-Qaeda é agora mais do que nunca uma âncora ideológica para todo o tipo de grupos extremistas, sendo por exemplo países como o Paquistão um caldo perfeito para a loucura islâmica.
Hoje, seis anos depois, a luta entre a razão e a irracionalidade continua, a luta entre a democracia e a ditadura continua, a luta entre o fanatismo e a tolerância continua.
Quando o fim?

(Imagem: composição com as fotografias de todos os que morreram no 11 de Setembro)
Publicado por Afonso Reis Cabral às 11:37
link para a posta | Comentar
"I should find myself degraded if I descended to finding out if my convictions suited every man in the audience before I uttered them."
John Osborne
in A subject of scandal and concern

.Contribuidores

.Pesquisar:

 

.Últimas postas

. Está morto mas estamos vi...

. A 79 anos da quinta-feira...

. Le Clézio: Nobel da Liter...

. Dois anos!!

. Ai a crise!

. Morreu Dinis Machado

. Animator Vs Animation

. Angústia nas paredes

. Consumidores de gasolina ...

. Chega hoje o Outono

.Arquivos

. Janeiro 2012

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Ligações



blogs SAPO

.Tags

. todas as tags

.subscrever feeds