Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2008

Tiro na cabeça da PJ

O Director Nacional da Polícia Judiciária, Alípio Ribeiro, abriu a boca para dizer asneiras. Numa única entrevista, denegriu todo o trabalho desenvolvido ao longo de meses no «caso McCann» e, consequentemente, arruinou a pouca credibilidade com que a PJ ainda contava. Mais que um tiro no pé, dada a projecção mediática desta investigação, as declarações de Alípio Ribeiro foram um tiro na cabeça.
Num país decente, Alípio Ribeiro estaria já no olho da rua. Cá em Portugal, ouvimos placidamente as maiores barbaridades e ninguém sai punido – como sempre!
Publicado por Afonso Reis Cabral às 19:18
link para a posta | Comentar
1 comentário:
De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2008 às 12:07
Nem todos foram abençoados pelo dom da palavra.


Rita M.

Comentar posta

"I should find myself degraded if I descended to finding out if my convictions suited every man in the audience before I uttered them."
John Osborne
in A subject of scandal and concern

.Contribuidores

.Pesquisar:

 

.Últimas postas

. Está morto mas estamos vi...

. A 79 anos da quinta-feira...

. Le Clézio: Nobel da Liter...

. Dois anos!!

. Ai a crise!

. Morreu Dinis Machado

. Animator Vs Animation

. Angústia nas paredes

. Consumidores de gasolina ...

. Chega hoje o Outono

.Arquivos

. Janeiro 2012

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Ligações



blogs SAPO

.Tags

. todas as tags

.subscrever feeds