Segunda-feira, 9 de Abril de 2007

De regresso do Mare Nostrum

Cá estou eu de volta da minha viagem de finalistas... demorou um pouco mais a recuperar do que o esperado mas esta viagem faz-se só uma vez... :)
Foi óptimo voltar a Barcelona. Quando viajo gosto muito de conhecer os monumentos e visitar os museus, mas não considero que fico a conhecer um sítio se não me aventurar um pouco pelas ruas mais típicas, falar com as pessoas, comer a comida regional... enfim, ser cidadã dali por um dia! E as Ramblas são realmente muito características, com os vendedores e os artistas locais. Com pouca coisa fazem alguns números verdadeiramente criativos!
O navio parou em várias cidades italianas como Florença, Pisa, Roma e Nápoles e apesar do tempo ser escasso vi algumas obras arquitectónicas majestosas. Acho que se tivesse uma máquina do tempo gostava de espreitar a Itália Renascentista... talvez até o Império Romano! :)
Uma noite, cansada da confusão do jantar de gala, subi até ao convés. Estava um vento de cortar a respiração (e por pouco de me atirar borda fora também) mas cheguei mesmo a tempo de ver uma imagem deslumbrante, a de um vulcão em erupção (o Stromboli). Imaginem só, estar no convés de um navio numa noite bem agitada, mar e céu iguais, de um azul quase negro, e ao longe a explosão incandescente de lava...
A paragem que eu mais aguardava era a chegada a Malta. Confesso que não sabia quase nada sobre o país, e o facto de ter entrado recentemente na UE deixou-me ainda mais curiosa. Fiquei perplexa quando a guia local nos explicou que o divórcio ainda não era aceite! E andamos nós a debater o aborto... realmente cada terra tem um ritmo muito próprio... É um país com apenas cerca de 400 mil habitantes e com elevadíssima densidade populacional e influência marcadamente árabe (o maltês e as construções simples em tons de areia fazem quase lembrar Marrocos). A cidade de Medina, num ponto mais elevado, é de uma tranquilidade surpreendente. É conhecida como "cidade silenciosa" e realmente transmite um sentimento de paz peculiar. Um local que sem dúvida gostaria de explorar melhor no futuro.
Passámos ainda pela Tunísia, pelas famosas ruínas de Cartago e algumas pequenas localidades onde foi preciso regatear muito os preços...
A minha intenção era não me alongar muito no relato e já o fiz, fica a promessa de assim que as tiver organizadas colocar aqui algumas fotografias destas paragens de que vos falo e a explicação de que se não dei notícias mais cedo foi porque não me foi realmente possível - mas o Afonso fez um excelente trabalho ;)
Publicado por Afonso Reis Cabral às 18:25
link para a posta | Comentar
"I should find myself degraded if I descended to finding out if my convictions suited every man in the audience before I uttered them."
John Osborne
in A subject of scandal and concern

.Contribuidores

.Pesquisar:

 

.Últimas postas

. Está morto mas estamos vi...

. A 79 anos da quinta-feira...

. Le Clézio: Nobel da Liter...

. Dois anos!!

. Ai a crise!

. Morreu Dinis Machado

. Animator Vs Animation

. Angústia nas paredes

. Consumidores de gasolina ...

. Chega hoje o Outono

.Arquivos

. Janeiro 2012

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.Ligações



blogs SAPO

.Tags

. todas as tags

.subscrever feeds